Mudanças entre as edições de "Josep Guardiola"

(Criou página com ''''Josep Guardiola i Sala''' <ref> Não, não cometemos erros ortográficos. </ref> (mais conhecido como '' 'Pep Guardiola' '' em Espanha e o '' ' '' Puto Amo '' '' 'em su...')
 
 
== Carreira Como Jogador ==
 
Desde que jogou "futebol", Guardiola sempre foi uma pessoa honesta e bem educada. Por isso quebrou vários recordes, como ser o jogador com mais cartões vermelhos porque os árbitros não entendiam a sua filosofia, às vezes era preciso usar algo insistente. Não importa, mais tarde fariam isso com a ajuda do grande motivador que é Pep. Sendo discípulo de '' '[[Johan Cruijff]] '' (ex-jogador de futebol holandês), ele aprendeu os segredos mais sombrios do tiki-taka, um esporte semelhante ao futebol, mas em que os gols não importam, mas a posse, com o que se ganha (quem quer que seja teve mais posse de bola ganha). Então, aprenderia a aplicar esse jogo ao futebol.
 
Foi um jogador "apaixonante" na equipa espanhola, sendo, obviamente, um estrangeiro nacionalizado. Embora Pep insistisse em jogar pelo seu país, ele não se importou em jogar pela seleção espanhola por razões de [[dinheiro | humildade]] e [[fama | respeito]]. Com a seleção nacional, ele venceu alguns jogos olímpicos com a participação de [[jogador de futebol]] que foram muito, muito, muito bons que nem sequer têm um artigo na [[Wikipedia]] (por serem bons). Apesar da sua relação com o holandês Cruyff, Guardiola nunca escondeu a sua admiração por [[José Mourinho|Mourinho]], o segundo treinador da equipa, a quem sempre admirou com devoção e dizia constantemente que não queria mais lutar com ele.
 
Seu recorde inclui muitos troféus como jogador de futebol (Copa da Catalunha, Copa Cruyff, [[carro | Copa Toyota]]), mas o mais importante para ele foi aquele que conquistou com a seleção espanhola, os Jogos Olímpicos. A equipa que o nacionalizou (visto que obviamente não é espanhol) e que, apesar de ir contra os seus ideais de independência, defendeu em muitos torneios tanto "humildat", nunca por [[dinheiro]] e fama. A atuação de Guardiola e da [[Espanha]] nessa copa é muito lembrada. As poucas informações encontradas na [[internet]] são certamente culpa de [[Francisco Franco | Franco]]. Com a seleção da "Catalunha" ela jogou sete amistosos "" muito, muito, importante "" que a teria qualificado sem dúvida para a Copa do Mundo, mas a máfia [[FIFA]] recusou. Embora a explosão de sua carreira como jogador de futebol tenha sido quando ele jogou pelo poderoso e temido clube mexicano [[Sinaloa | Dorados de Sinaloa]]. Mais tarde, ele se aposentou em um encontro que [[ninguém liga]].
 
== Carreira Como Treinador Filosofia <s>Cabeça de Piroca</s> "Pepniana" ==
A [[filosofia]] de Guardiola começou a impactar desde [[Tempo]]s remotos sendo jogador, como já mencionamos. E depois de perceber que a idéia de montar um grupo de [[rock|soft-rock]] [[hippie]] catalão não lhe daria muito [[dinheiro]], ele decidiu usar seus dotes para um clube de futebol chamado "'[[Fútbol Club Barcelona|Farcelona]]"'. Suas primeiras visões sobre o [[futuro]] da equipe eram claras: [[Thierry Henry]] e [[Deco]] tinham que ir porque dava má vibração e não tinha humildade ou valores suficientes (ou" humildat "e" valors", como ele pronuncia),[[Samuel Eto'o | Eto'o]] também teve que ir, mas não naquela época devido a possíveis [[racismo | suspeitas]]. A primeira lição a vencer foi, inspirada em filmes de terror como [[filme | O Exorcista]] e jogos populares de jardim infantil, era posse excessiva e humildade. Principalmente a posse de bola, que era a coisa mais importante de seu jogo. Para manter a posse de bola, eram necessários os toques curtos de bola que os companheiros deviam dar uns aos outros. Pena que mais tarde eles entenderiam esse "toque" de forma diferente, mas Guardiola os conduziria no caminho certo (ele levou [[Zlatan Ibrahimovic |Zlatan]] para [[Itália | Milão]] novamente). Com poucos tiros e tiros na proa, sim, porque eram palavras muito violentas e com pouco "humildat". A bola deve sempre ser tratada como um toque. Todos os jogadores (ou quase todos) tiveram que vir da [[escola|La Masia]], da pedreira ou escola de futebol do time para nenhum [[sarcasmo | finalidade específica]]. Sem lavagem cerebral, não se trata de pessoas com valores.
422

edições